domingo, 16 de agosto de 2009

Querida Cruz

Oi pessoas, eu queria me desculpar pelo atraso da postagem, quem está aqui sempre sabe o horário que eu posto aqui, geralmente das 18h às 20h no Maximo, hoje eu demorei postar por causa da minha mãe que sentou na frente do PC e não saiu mais.
Então hoje é dia de poema...

Querida Cruz

Querida cruz
Você é tão bela,
Tão cintilante e azul...
Simples e perfeita,
Sempre certa de sua maneira.
Ouvi dizer que você salva,
Que você cura e que você ama.

Querida cruz
Como você consegue?
Aqui existem infinitas madeiras
Como podemos fazer parte de você?
Ouvi dizer que quando eu morrer
Vou estar junto de você.

Querida cruz
Para que tantos requisitos
Se você ama todo infinito?
Também ouvi dizer
Que você julga e mata,
Para que isso se você ama?

Querida cruz
Você anseia o fim, pro inicio.
Ouvi dizer que voltara num pisco...
Só não me deixe, por que;
Eu te amo!


Prince Morbido

16 comentários:

Finim disse...

Pow cara, legal a ideia do poema!
Leia bastante, será uma rica fonte de saída também para sua inspiração!

Inez disse...

Você escreve muito bem pena que em seus poemas sempre há a morbides.
Essa declaração de amor a Cruz me parece um ato de fé.

Aninha disse...

Parabens pelo Blog,de muito bom gosto
bjim..

http://mythings3.blogspot.com/

e visite o meu XDDD

Daniel Silva disse...

cada um tem a sua...

Zazá disse...

Oiii
obrigada por ter me avisado sobre a palavra homosexualismo, no meu p´roximo post vou estar consertando!

Blog da Srtª Skellington disse...

nossa que sombriu tocou minh alma , adoro poemas assim adoro !
adorei o nome do blog muito original !
a respeito a materia de baixo e otima adoro a musica do green day !

HaymaraAlencar disse...

Muito bom!

maria disse...

Nossa
que poema bonito o.o
se nao fosse muito morbido, acharia que era algo sobre fé, enfim...
Muito bom o blog,
amei o banner
Passa la ?
http://www.nadaaverpontocom.blogspot.com/

Beijos

Laís disse...

Ah muito lindo o poema *---*
Como todos que você faz!
Magina! Pra mim que é um prazer comentar aqui! :)

Valeu pelos comentários o/

beeijos ♥

Laís disse...

Ah !! você contoooo o final do filmeeee! ¬¬ ASHAUSASHUASH
tá perdoado vaiii =D

Gabriel Ribeiro disse...

Você ama uma cruz?

Bem, cada um com seu cada qual.

De qualquer forma, eu nao sei se entendi certo, mas eu meio que percebi uma idéia de "quero morrer porque quero saber como é a morte".

De novo, cada um com seu cada qual.

Abraço!
Gabriel.

Anônimo disse...

hahaha
ainda bem q sua mãe lhe deu uma trégua para acessar a internet.

bom, quanto ao poema... shopw de bola!


parabéns!

G.g disse...

um pouco assustador,mas legal

Ariane disse...

Cara, muito bom... Adoro poemas sombrios, mórbidos, etc!

Judas disse...

muito bom o layout ... realmente ficou massa o blog.. parabens

francys disse...

muito bom memso como o seupoema anterior parabens